22 de janeiro de 2008

dia-a-dia

os dias são sempre depois dos dias

e, entre eles, as noites, os sonhos, o acordar?
e a esperança?
e o acreditar que amanhã também vai ser dia?



e a vida
que não pare em qualquer beco
sem saída?

a vida
os dias
as noites
os sonhos...
... os dias, cada dia, ao acordar!


3 comentários:

Ju Peteninha disse...

basta abrir os olhos...

há sempre algo de novo à nossa espera.

Seja o dia, seja a noite, seja o que for.

basta abrir os olhos, e acordar. :)

Rita disse...

Que me trará de surpreendente este novo dia? Esse é que é o gozo...

quicas disse...

Já o disse e não me canso de repeti-lo: é bom surpreendermo-nos, espantarmo-nos...