a borboleta

Na chama luzente,
trémula,
brilhante, da candeia,
uma borboleta
bela, mas inquieta,
eis, volteia!
Agora sobe,
desce já,
vem aqui,
volta acolá,
num rodopiar constante!
Porém, não dura muito
seu meigo voltear:
Cai...
e eu, fico a meditar!...





Foto: Google Imagens

Comentários

valvesta disse…
Querido amigo, que meditas tu, estais encantado com a borboleta, ou com seu rodopiar?
Gostei muito, de tudo.
Boa noite beijo no coração.
Pérola disse…
Boa noite.
Muito obrigado pela tua visita.
Me perdoe pela demora,mas tenho trabalhado muito e visito os meus amigos aos poucos.
Eu amo borboletas e até quiz ser uma, o fato é q elas vivem pouco.
Um beijo grande e parabéns pelo blog.
Volto com mais tempo apara aprecia-lo como se deve ok.
Pérola disse…
Voltarei sim,com certeza.
Um beijo grande.
Delirius disse…
Borboleta..., é um ser frágil e belo e também assustado, seu voltear não pára, senão quando suas asas são magoadas, ou se ela pressente que podem vir a ser...
A borboleta é ser frágil, sim é, e assustado também!...
Malu disse…
Cheguei aqui e já vi uma borboleta dourada muito linda a me receber...
Fico honrada em te receber em meu canto Infinito, ainda mais sendo seguidor do Carlos que é gente do coração.
Beijinhos

Mensagens populares deste blogue

coroai-me de rosas

ao nosso amor, um poema, hoje, cristal

13 de Junho de 1948 - Carolina

Montanha

À melhor professora do mundo