29 de abril de 2010

das mães, a vida!

 
Que lindo dia, mãezinha,
O teu dia, flor singela!
Sou feliz por ter-te minha
E, que o próprio Sol, mais bela!

Fui, manhã cedo, ao jardim
Buscar flores p'ra te oferecer;
Porém, nelas, dou-me a mim,
Creio bem, melhor não ter!

O meu coração aceita
No botão da linda rosa;
C'o amor dela te enfeita
E ver-te-ei mais formosa

Com uma oração termino
Este meu débil cantar:
Mandai, ó Mãe do Divino,
Feliz vida à minha dar!


Foto: Imagens Google

8 comentários:

quicas disse...

Dou início, hoje, a um pequeno ciclo de homenagem às mães: dediquei este poema à minha querida mãe na minha juventude, há quarenta anos - hoje como então, és, mãe querida, a melhor mãe do mundo!
Grande beijo

Carlos Albuquerque disse...

Belo poema de sentida homenagem à mãe!
Merece um abraço especial pela iniciativa de abrir um ciclo de homenagem às mães.
Abraço

Graça Pereira disse...

Quicas, meu Amigo
Abriste maravilhosamente este ciclo dedicado ás Mães ( grupo onde eu me incluo com muita felicidade) e com um poema tão lindo, jovem e fresco como essas rosas brancas...Hoje, tão actual como ontem, porque o amor pelas nossas mães nunca esmorece e é o mais lindo das nossas vidas.
Beijos...tambem para ela!
Graça

[ rod ] ® disse...

Ao amor de mãe toda uma devoção! dele nada a duvidar ou contradizer. Abs meu caro.

ღPat.ღ disse...

quicas, meu amigo amado!

Mãe é tudo!
Linda sua atitude em homenagear quem merece muito Amor!

Obrigada por teu carinho e desculpe minha ausência. Meu blog imperfeita está com defeito e tive que 'abandoná-lo', reconstruir outro para dar seguimento..e peço que me siga lá para estar ao meu lado.
http://meupseuteamo.blogspot.com

Desculpe o jeito.
Beijos.

Mariazita disse...

Muito louvável a ideia do ciclo de homenagem às Mães.
Eu publiquei já em dois blogs e no domingo será o último, no blog-mãe, Casa da Mariquinhas.

O poema é muito bonito e a Mãe é, por certo merecedora das rosas que o acompnaham.
Parabéns aos dois.

Beijinhos

Licínia Quitério disse...

Uma bonita homenagem.

Um abraço.

lostefound disse...

Porque a "Ti Carolina" merece este poema e muito mais :)

Beijo Papá***