mulher-viva

Não me procures ali
onde os vivos visitam
os chamados mortos.
Procura-me dentro das grandes águas.
Nas praças,
num fogo coração,
entre cavalos, cães,
nos arrozais, no arroio,
ou junto aos pássaros
ou espelhada num outro alguém,
subindo um duro caminho.

Pedra, semente, sal passos da vida.
Procura-me ali.
Viva
Hilda Hilst 




Mulher-Vida
ETERNIDADE


sempre à espera, sempre presente, sempre viva
DISPONIBILIDADE


entrega, doação, amor, dedicação
GENEROSIDADE

Comentários

ღPat.ღ disse…
...e renúncia!

quicas meu querido amigo, tão bom ler-te!
Um beijo especial à ti com todo carinho e respeito que mereces.
Adoro-te imenso!!!!
MA disse…
Hola amigo bello poema y bellas imágenes, en la entrada de blog, la mujeres y las rosas son especiales.

Un abrazo de MA para ti , gracias por tu visita.
Profissão Mãe.


Uma mulher chamada Ana foi renovar sua carteira de motorista.
Pediram-lhe para informar qual era sua profissão.
Ela hesitou, sem saber como se classificar.

"O que eu pergunto é se tem algum trabalho", insistiu o funcionário.
"Claro que tenho um trabalho" exclamou Ana. "Sou mãe!"

"Nós não consideramos mãe um trabalho. Vou colocar dona de casa", disse o funcionário friamente.

Não voltei a lembrar-me desta história até o dia em que me encontrei em situação idêntica. A pessoa que me atendeu era obviamente uma funcionária de carreira, segura, eficiente, dona de um título sonante.

"Qual é a sua ocupação?" perguntou.
Não sei o que me fez dizer isto. As palavras simplesmente saltaram-me da boca para fora: "Sou Doutora em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas."

A funcionária fez uma pausa, a caneta de tinta permanente a apontar pra o ar, e olhou-me como quem diz que não ouviu bem.
Eu repeti pausadamente, enfatizando as palavras mais significativas.

Então reparei, maravilhada, como ela ia escrevendo, com tinta preta, no questionário oficial.

"Posso perguntar" disse-me ela com novo interesse "o que faz exatamente?"

Calmamente, sem qualquer traço de agitação na voz, ouvi-me responder: "Desenvolvo um programa de longo prazo (qualquer mãe faz isso), em laboratório e no campo experimental (normalmente eu teria dito dentro e fora de casa).
Sou responsável por uma equipe (minha família), e já recebi quatro projetos (todas meninas).
Trabalho em regime de dedicação exclusiva (alguma mulher discorda?).
O grau de exigência é a nível de 14 horas por dia (para não dizer 24)"

Houve um crescente tom de respeito na voz da funcionária, que acabou de preencher o formulário, se levantou, e pessoalmente abriu-me a porta.

Quando cheguei em casa, com o título da minha carreira erguido, fui recebida pela minha equipe: uma com 13 anos, outra com 7 e outra com

Do andar de cima, pude ouvir meu novo experimento - um bebê de seis meses - testando uma nova tonalidade de voz.
Senti-me triunfante!

Maternidade... que carreira gloriosa!

Assim, as avós deviam ser chamadas Doutora-Sênior em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas, as bisavós Doutora-Executiva-Sênior em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas e as tias Doutora-Assistente.

Uma homenagem carinhosa a todas as mulheres, mães, esposas, amigas, companheiras, Doutoras na Arte de Fazer a Vida Melhor!

(Marcelo Dias).

beijooo.

Estou cada vez mais apaixonada por esse espaço amigo.
Sonhadora disse…
Meu querido amigo
Maravilhosa homenagem ás mães e mulheres.
Linda musica, tudo perfeito.

beijinhos sonhadora
Fatima Guerra disse…
Quicas querido

Voltei.
- que palavras maravilhosas!
Você é um mestre a compartilhar conosco sua alma lotada de estrelas.
Sinto-me como a flor que volta sua face em busca dessa luz .
Bj e admiração.
Fátima
Malu disse…
Simplismente amoooooooo Hilda Hilst.

Este que colocaste aqui é um poema maravilhoso.

Obrigada amigo,por tanta sensibilidade
Ricardo Calmon disse…
Intenso tributo esse ao início de tudo,o feminino genero!

te abraço

viva la vida hermano amado
Gosto imenso de Hilda Hilst. Obrigada por a ter trazido aqui.
Pérola disse…
Muito obrigado amado pela visita.
Sua visita me alegra por demais.
Estou demorando mas eu venho ok.
Amei a sua postagem.
Parabénssssssssssssssssssssssss

Mensagens populares deste blogue

coroai-me de rosas

ao nosso amor, um poema, hoje, cristal

13 de Junho de 1948 - Carolina

amor infindo

ternura