há oásis


nos desertos
procuram-se oásis

ficam por lá as marcas
de viajantes
... e de camelos

há vidas desertas
pés escaldados sonhando oásis

há vidas,
oásis em alguns desertos

... há viajantes

Comentários

VALVESTA disse…
Eu viajo entre espinhos
deixando no caminhar
marcas das pegadas.
Más nas marcas deixada
o amor que senti,
dos cantos que entoei,
úmedecidas de lágrimas
em cada pegada deixada
plantei uma flor,
neste caminho por onde passei
quem por ele andar
colherá o amor
que ali semei.
Com beijos toco teu coração.

Com carinho voltarei a colher poesias pro voou de águia.
ღPat.ღ disse…
Quicas meu amado amigo,

Há oásis e vida neles!

Um beijo especial do tamanho da minha saudades de tuas palavras. Lindo fim de semana para si e família!
Lídia Borges disse…
O deserto...
Não apenas espaço físico mas sobretudo espaço humano.
Valem-nos os oásis para recarregar energias e seguir viagem.
Gosto da metáfora.

L.B.
neli araujo disse…
Olá, Quicas!

Com certeza há oásis, amigo!
Caso contrário não aguentaríamos os desertos pelos quais temos que passar...

Gostei do jogo de palavras!Gostei do poema!

Bom fim de semana!

beijinho,

neli
Luís Coelho disse…
Olá Quicas
O deserto se for deserto nada haverá ali perto e se existissem marcas talvez não fosse um deserto.
Penso que será a parte pior da nossa vida viver um deserto interior o que corresponde a um vazio de Deus e do bem.
Foste de encontro aos meus medos dando-lhe uma cara airosa.
Maria Ribeiro disse…
QUICAS: felizmente, há vida nos desertos...Há belezas insondáveis, há tendas e beduínos...há sopro de DEUS- se há DEUS- em toda a parte! Que bom não estarmos sós...
BEIJO DE Mª ELISA
angela disse…
Bonito uso das palavras, o poema ficou curto e disse tudo.
beijos
rosa-branca disse…
Olá amigo, tem que haver oásis senão como aguentariamos a aridez da vida? Gostei e deixou-me a pensar... Bom fim de semana e beijo meu
Marilu disse…
Querido amigo, adoro desertos, gosto de ver a imensidão do nada, constratando com o céu. Tuaregues com marcas no rosto pelo sol escaldante, mas que sabem sempre onde tem um oásis. Lindo poema...Tenha um lindo final de semana...Beijocas
Todos nós somos viajantes.
Pérola disse…
Amado,está tudo bem comigo.
Tem até postagem nova,o fato é q comentários maldosos me tiram do chão,pegam pesado vc entendeu?
Foi no calor da emoção,me desculpe.
Se eu tiver q dar IBOPE eu dou para quem merece né rs.
Beijokas meu querido.
Um lindo domingo.
Maria disse…
Quicas

E por cá também há camelos. Não fosse isto um deserto...

Beijinho.
Triste Flor disse…
E há intensidades... como as que sempre econtro por aqui... lindo de viver, parabéns oeta, beijos
Mar Arável disse…
Por vezes também nós transportamos desertos e flores
Janita disse…
Olá amigo Quicas.
Nesta nossa travessia passageira, creio que todos temos em algum momento da vida, um deserto árido, solitário e difícil para enfrentar.

O anseio maior e mais angustiante é saber se encontraremos o oásis que saciará a nossa sede de afecto, de atenção e de paz interior...

Um beijinho muito amigo e desejo que tudo esteja a correr pelo melhor...

Janita
Cris disse…
Meu amigo Querido, fechei meu blog por um tempo; tempo suficiente para que alguém possa se encontrar e parar de viver às margens da minha vida...rs
Alguns amigos, como vc, não posso deixar de ler, ainda que eu tenha que atravessar desertos. Atravessarei desertos se preciso for, porque mantenho a minha fé que neles encontrarei oásis de afeto e amizade.
Bom quando vc escreve!
Um beijo enorme. Toda a paz!
Pat. disse…
Minha admiração por ti dispensa apresentações. Portanto, amado amigo quicas, neste dia deixo-te meu melhor abraço com todo Amor e Amizade que merece... saudades de ti imenso!

Beijos
Pérola disse…
Feliz dia do amigo amado.
Beijo grannnnnnnnnnde.
Fatoma Guerra disse…
Querido Quicas

"Pés escaldados sonhando oásis"...
Maravilhoso como tudo que vem de você.
Saudade e carinho,
Fátima Guerra
Marilu disse…
Querido amigo, tenha um lindo final de semana...Beijocas
E haverá, sempre...

Abraço
Marilu disse…
Querido amigo, hoje no Brasil comemoramos o dia do escritor, vim cumprimentá-lo pelos belos poemas que escreve. Tenha uma linda semana.Beijocas
Maria Ribeiro disse…
QUICAS: tenho o teu outro blog e creio que até sou seguidora. Só que tenho tantos tantos favoritos ...que não reconheço o outro...FALA-ME...
BEIJOS Mª ELISA
quicas disse…
Amigos, a todos agradeço a fidelidade nas visitas e os comentários simpáticos que tem deixado.
Estou ausente, tentando passar uns dias de férias e, por isso, limitado na disponibilidade para vos visitar.
Prometo compensá-los por volta de 10 de Agosto.
Saudações amigas para todos! Até breve!
Adorei o teu blog! :) É simplesmente único!

Se quiseres faz uma visitinha ao meu espaço:

http://o-meu-reino-da-noite.blogspot.com/

Beijinhos e obrigada *

P.S. - por acaso também tenho um olhares ;)
Ju disse…
"Caminhante!
O caminho faz-se caminhando!"

Disseram-me isto há uns anos num campo de férias no qual, certamente te lembras, participei.

Desde então, sejam quais for os camelos, independentemente das pegadas que for preciso deixar para trás, há sempre um oásis à espera que eu o encontre.

Felizmente para mim, no meu deserto não sou só eu e os camelos. No meu deserto tenho-te, e aos nossos, para me ajudarem no caminho.

Por isso, passo a passo, pegada a pegada, sou caminhante neste deserto tão recheado e tão meu.

Um beijo*
Jorge disse…
Olá, Quicas,
Quando estamos num deserto, o que buscamos tanto na fantasia como na realidade é encontrar um oásis.
Um abraço, amigo
Jorge
Graça Pereira disse…
Ai, os desertos das nossas vidas...mas só quem passa por eles, consegue caminhar até mais longe...não duvido!
Boas Férias.
Graça
Fernanda disse…
Amigo Quicas!

Felizmente há oásis...
E vida...

Beijos e votos de bom fim de semana.

Na casa do Rau
Malu disse…
Passamos a vida toda a procurar por oásis que muitas vezes estão perdidos dentro de algum lugar de nós...
Beijinho, sempre, amigo
Imagem e Poesia disse…
Penso que todos somos viajantes e, em alguns momentos, precisamos de oásis e até o somos para quem o necessite.
Beijinhos e fica feliz.
Ceiça
FatimaGuerra disse…
Olá querido amigo Quicas

A saudade me trouxe até aqui.
Aliás, não só a saudade, mas uma certa inquietação com sua ausência,pois há sempre uma festa de brilho e cor ao seu redor.
Espero que tudo esteja muito bem com vocês, celebrando seus dias com Saúde e Paz.
Carinho,
Fátima Guerra
Sonhadora disse…
Meu querido amigo
Senti a falta e vim ver o que se passava, mas vejo que está bem e de férias, que bom.

Deixo um beijinho
Sonhadora
Valvesta disse…
Parabéns, se és
ou se cultivas a idéia de ser papai amado na pureza de um filho.
Um grande abraço
com carinho da amiga.

*

“É o amor que pousou na terra
A face mais bela da poesia
A calmaria pós tempestade
A saudade que não se descreve…

No silêncio és minha prece
E até parece que posso tocá-lo…
Só após teus carinhos me calo
E então me ponho a dormir…

Sou uma criança que ainda te chama
Quer teus conselhos, os brinquedos…
E o beijo de boa noite na cama
Dizer-te do meu amor, do meu orgulho
Por ter tido o melhor PAI desse mundo
E conhecido o valor de quem AMA”
Autor: Rose Felliciano
Bonito poema. Los oasis en los desiertos permiten la vida, sin ellos qué difícil sería. Un abrazo.
Pat. disse…
Fica minha saudades registrada...
Sinto imenso falta de tuas palavras!

beijos meu lindo amigo.
Cris disse…
Bom estar aqui, porque aqui é sempre oásis.
Vim de uma viagem longa em mim mesma e em breve retorno para mim mesma !
Um beijo enorme, Querido!

Mensagens populares deste blogue

coroai-me de rosas

ao nosso amor, um poema, hoje, cristal

13 de Junho de 1948 - Carolina

Montanha

À melhor professora do mundo