Ah, poder ser tu, sendo eu!




Ah, poder ser tu, sendo eu!
Ter a tua alegre inconsciência,
E a consciência disso! Ó céu!
Ó campo! Ó canção! A ciência

Pesa tanto e a vida é tão breve!
Entrai por mim dentro! Tornai
Minha alma a vossa sombra leve!
Depois, levando-me, passai!

Fernando Pessoa

Foto: Google imagens

Comentários

Valquiria Calado disse…
Fernando Pessoa sabia o que sentia, e expressava de forma a entrar na alma e fixar os sentimentos.

O que eu traduziria assim:
Quem me dera tu sentisse por mim o que sinto por ti
Inconscientemente, acho que sentes
O céu testemunha, a canção declara, a ciência testifica.
Corre vem, a vida passa rápido e perdemos tempo.
Seja minha e deixa eu ser teu,
Se eu morrer leva-me pra sempre dentro de ti, por que te amarei sempre!( eu falando do meu amor, sinto como Pessoa, mas sabe amigo, essa musica tanto cantei que acho que convenci, mas ainda nenhuma orquestra cantou, será que continuará calado? se houver festa te convido) beijos de boa semana.
Querido Quicas

O sábado, aqui, também está triste, vestido de cinza, pálido e silencioso.
Porém, por sua causa, pela luz que vc traz, pela ternura que espalha ao seu redor,pela nobreza que vc imprime por onde passa,posso dizer que, este sábado tornou-se especial,
há um toque de alegria na minha alma.
Reconheço em vc uma pessoa especialíssima, um ser humano cuja alma de poeta guarda estrelas cintilantes.
Agradeço sua gentilíssimas visitas ao meu blog. Sua chegada é uma festa.
Conte com meu carinho e admiração.
Beijo
Fátima Guerra
Sonhadora disse…
Meu querido amigo
Um melancólico poema de Pessoa.
A vida por vezes pesa tanto.

Beijinhos
Sonhadora
Fernanda disse…
Amigo Quicas!

Hoje temos Fernando Pessoa e uma belíssima escolha.
Diria que é uma escolha muito sua...
este poema podia muito bem ser seu!Assim o sinto!

O peso, às vezes doloroso da vida, é sempre aliviado se compartido.

Beijinhos
Maria disse…
Excelente escolha. Hoje vim visitá-lo através da homengem que a amiga Fernanda lhe fez no blog "NA CASA DO RAU”. Adorei seu cantinho, meus parabéns.
Tenha um maravilhoso fim-de-semana
Bjs do tamanho do infinito
Maria
olá amigo QUICAS,boa tarde,tudo bem? que lindo poema de Fernando Pessoa,toca fundo na alma,bjos.
Luís Coelho disse…
Gostei da escolha.
Mas isto é muito complicado.
É melhor que eu seja eu e tu sejas tu e que entre nós haja respeito.
AFRICA EM POESIA disse…
Gostei muito de passar por aqui...
um beijo...



NOTAS SOLTAS



Notas muitas notas...
Soltas e não só...
E eu, vou tomando notas...
Para um dia poder recordar...

Tomo notas, do céu e da terra...
Da lua e das estrelas...
E vou tomando notas...

Com o coração a bater...
E com o sentir da vida...
Do mundo e de ti...
E continuo a tomar notas...

E nestas notas, escritas por mim
Eu escrevo também para ti...
E debruço-me sobre os meus braços
E... continuo... a tomar notas!...

LILI LARANJO
angela disse…
Tão bonito esse poema!
A leveza aliviando o peso da razão.
Beijos
Cacau disse…
linda mensagem! Adoro os poemas de Fernando Pessoa!
OutrosEncantos disse…
Olá Quicas
Estava com saudades de ver-te lá pela casa dos Amigos... :-)
Ainda bem que apareceste.
Hoje os encantos são do Tossan. O mérito é dele.
Sabes que a casa é também tua, assim combinamos quando ela nasceu...!
Fazer um café, surpresas na geladeira, sofá gostoso, almofadas pelo chão, é só escolher..., sentar e saborear o momento...

E por aqui as escolhas são sempre perfeitas. Fernando Pessoa com sua extensa obra sempre nos pode oferecer "novidades"..., eu confesso humildemente que não tinha ainda lido este poema lindissimo.
Agradeço a partilha.

Beijo Quicas
Até já... :-))
ΛмeвΛ disse…
Pessoa. A pessoa!

Boa semana,
ΛмeвΛ
Mariazita disse…
Apenas por absoluta falta de tempo não me é possível dirigir um agradecimento individualizado a cada uma das pessoas que tiveram a gentileza de me felicitar pelo meu aniversário.
Faço-o, por isso, numa forma “generalizada”, mas acompanhada do carinho particular para cada um de vós, neste caso para si, Quicas


Fernando Pessoa dispensa comentários...
A imagem é belíssima!

Beijinhos
AFRICA EM POESIA disse…
Quicas
Obrigada pela retribuição da visita.
Deixo um beijo e desejo uma feliz semana com poesia pelo meio...
Andri Alba disse…
Hermoso poema. Me gustó esa sobra leve. Gracias por compartirlo.

Un beso,

Andri
FlorAlpina disse…
Olá Quicas,
Cheguei aqui através do blogue "Na casa do Rau".
Gostei do que já li, adoro poesia!
Voltarei mais vezes.

Abraço dos Alpes
Fernanda disse…
Amigo Quicas!

É com imensa felicidade que vejo aqui alguns dos meus seguidores.
Quem é amigo, tem amigos!
Felizmente tenho-te como amigo.
Espero merecer sempre esta amizade.

Beijinhos
Maria Ribeiro disse…
QUICAS: duas lindas quadras do poema "A CEIFEIRA" , de PESSOA...Como o poeta gostaria de ter a INconsci ência da ceifeira...que cantava, mesmo sofrendo do traballo duro...A trsteza do dramatismo da existência humana...
BEIJOS
LUSIBERO
Fernando Pessoa soube expressar seus sentimentos.

Um bom dia pra vc amigo.

beijooo.
Marliborges disse…
QUICAS: Só mesmo a inconsciência pra nos fazer cantar quando queremos chorar. Pessoa falou, e com razão. Essas quadras que você publicou são muito lindas e por si só, nos dão o recado.
Bjsss
Querido Quicas

Continua chovendo aqui ...
Mas é preciso insistir, esperando o sol, então :

Vim trazer uma cesta lotada de delícias, enfeitada de balões coloridos, para que Outubro desperte a criança que, dentro de nós, resiste às agruras da vida e nos ensina os sorrisos, apesar de tudo.
-Aceita ?
Beijo
Fátima Guerra
ღPat.ღ disse…
Que sentir forte e especial... amar é isso mesmo: estar dentro!

Um bejo meu querido amigo!
Boa semana!
ei tudo bem ! o seu cantinho esta um luxo parabens tudo muito bonito

Mensagens populares deste blogue

coroai-me de rosas

ao nosso amor, um poema, hoje, cristal

13 de Junho de 1948 - Carolina

Montanha

À melhor professora do mundo