Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2010

FELIZ ANO NOVO!

Imagem

A Tia Natal

Imagem
Os dias corriam frios e húmidos lá na aldeia, fazendo jus à tradição dos meses de Dezembro, já há muito esquecido o verão de S. Martinho. Parecia que até a natureza partilhava o sentimento de muitas famílias do povoado, nesta época natalícia que, nesse ano, prometia consoadas amargas.
Até as minas de volfrâmio, único recurso nos tempos recentes de penúria, apesar da dureza das horas que impunham aos mineiros improváveis, tinham deixado saudades: também elas haviam cedido à crise que, impiedosamente, se instalara, atirando os homens da terra para uma servidão ainda maior, a de uma vida de extrema privação!
Há muito que os parcos proventos arrancados da horta, de tão intensamente utilizados, se haviam esgotado. Algumas couves e feijões, mais os restos de broa da última fornada esticavam-se, dentro da panela, na dura missão de iludir os estômagos das crianças, de rostos magros e pálidos, também do frio, sem dúvida mas, em especial, da falta do sustento mínimo para o seu débil cresciment…

Um sentido Adeus

Imagem
Numa das minhas habituais visitas ao Blogue "DE PROFUNDIS", descobri um texto que gostei imenso de ler e, com a devida vénia à autora do blogue e sua prévia autorização, vou hoje partilhar com os meus amigos.
Espero que gostem pelo menos tanto como eu.
As fotos foram escolhidas por mim no Google Imagens.



"Fez hoje uma semana que ela morreu e eu continuo sem conseguir encontrar as palavras. Lido mal com a morte, ela rouba-me a voz e deixa-me num silêncio negro e vazio... E contudo, queria ser capaz de me despedir, de lhe dizer todas as coisas que nunca lhe disse, embora acredite que ela as soubesse. Queria encontrá-la amanhã ou depois, sentada à mesa do café, na mesma cadeira de sempre, na solidão dos seus dias infinitamente iguais, lendo ou bordando, lanchando a torrada e a meia de leite sempre à mesma hora, sempre à mesma temperatura... Queria poder sentar-me junto dela, como tantas vezes fiz, conversando sobre o tempo e os livros, sobre as pernas que não lhe obedeciam, s…

despertares

Imagem
Em cada aurora, Desperto de sonhos, Sem medos, renascido, De ti, meu amor, Canto a beleza…
Por ti, Desperta a vida!
Dos meus "Versos de Cor Foto: Google Imagens