... novo livro germinando!


Foto "Enlightened" de Joana do Carmo

Apresento-vos hoje um pequenino "momento" do que poderá vir a ser o meu próximo livro...

"Partia em busca do sítio remanso que, noite após noite, habitava seus sonhos inquietos e vazios: haveria que trazer, de novo, brilho aos seus dias, agora tão sombrios e confusos; haveria que recuperar para si aquela alegria que transfigurava os seus olhos, agora tristes e, tantas vezes, ninho de lágrimas, em rios de cristalina e contagiosa felicidade; haveria que reinventar o calor de suas fiéis e desinteressadas amizades e o carinho revigorante de suas paixões mais sinceras."

Joaquim do Carmo, excerto de "Nas Entrelinhas do Tempo", (a publicar)
© (direitos reservados)

Comentários

Sotnas disse…
Olá prezado Joaquim, e que tudo esteja bem!
Sempre tão intensos os teus escritos, e assim é deveras agradável lê-los, eu agradeço por compartilhar com os amigos , também sou grato por tuas gentis visitas e comentários deixados lá!
Gostei também das imagens que encimam teus textos, com certeza tudo cá sempre agrada!
Ah, e que seja feliz este teu retorno ao blogger!
E assim grato eu desejo que seja sempre deveras intenso e feliz o t eu viver, um grande abraço e, até mais!


Lídia Borges disse…

"Nas Entrelinhas do Tempo" um espaço onde caberá, por certo,toda a Poesia que já se vai adivinhando nestas poucas linhas.

Obrigada! Cá estaremos para o receber com carinho.

Um beijo

Lídia
Nilson Barcelli disse…
Pelo excerto, esse teu livro só pode ser muito bom.
A tua narrativa é excelente.
Um abraço, caro amigo.
Canto da Boca disse…
Uma narrativa que dá movimento às imagens que vais criando no desenrolar da história, e vamos sendo também personagens dela.

Que não se demore a publicação!

Abraço!

;))

Mensagens populares deste blogue

coroai-me de rosas

ao nosso amor, um poema, hoje, cristal

13 de Junho de 1948 - Carolina

amor infindo

ternura