5 de março de 2010

duas palavras?

Longe

palavra que os lábios
do coração
gritam...!

Perto

o paradoxo distância
na vida
vivida...!


5 comentários:

Anderson Fabiano disse...

amado parceirinho de além mar, como saber o que é longe ou o que é perto, quando nossa essência domina a cena e nossas vontades, falsamente conscientes, são postas de lado?
aí, então, nem os paradoxos nos consolam.
meu carinho,
anderson fabiano

ღPat.ღ disse...

quicas,

Poucas palavras e tão grande conteúdo! Soube muito bem colocar as palavras.

Obrigada por tua amizade!
Lindíssimo fim de semana amigo.
Beijo na Alma.

Pérola disse...

Boa noite meu querido.
Muito obrigado pela tua visita.
Estava lendo o seu poema pequenino mas grande em extensão de palavras.
Parabéns,nuito lindo.
Um beijo grande.

Ricardo Calmon disse...

Olá Meu Bom e Amado Quicas Poeta Infinito nosso!
Te ler e sorver em chuvosa manhã essa me torna cada vez mais persona,merci!
Um sábado entre letras ,amada sua e um bom e rubro vinho!

Viva La Vida!

valvesta disse...

Hummmm, só se ler o "amor", neste mês da mulher, por onde passa o amor reina, Glória a Deus por isso!
Seria por que de amor nós modestamente entendemos bem. rs rs
Me parece que os meninos foram contagiados, lindo ver um macho amando e demostrando o sentimento, digo por cá já que os acho durões.
Estou a brincar hoje... deixo um beijão no coração.