nova, nova, nova, nova,

Não era a minha alma que queria ter.
Esta alma já feita, com seu toque de sofrimento
e de resignação, sem pureza nem afoiteza.
Queria ter uma alma nova.
Decidida capaz de tudo ousar.
Nunca esta que tanto conheço, compassiva, torturada
          de trazer por casa.
A alma que eu queria e devia ter...
Era uma alma asselvajada, impoluta, nova, nova,
          nova, nova!
Irene Lisboa, in os poemas da minha vida (mário soares)





Comentários

ღPat.ღ disse…
Amigo quicas,

Linda demais a música, adorei!
Suas palavras encantam todos que te seguem.
Um beijo com amizade por tanto carinho e gratidão.
valvesta disse…
To com vontade de ter uma alma
ousada, segura, despojada
Tenho alma cativa, submissa
Sem saber como ser escorrego
minhas palavras faltam, me escondo
Sou talvez uma alma covarde,
destas que fogem de confronto
Evito até me ver no espelho
A alma que desejo talvez não seja a minha, nem de mim se importe.
sou alma penada...


de certo sei q sou uma alma q deseja votos de feliz dia da mulher, beijo
MA disse…
Gracias quicas por tu comentario tan bueno y positivo ,dejado en mi querido blog , un placer pasar por tu blog y vistar tu casa , bella entrada de blog , volveré .
Un abrazo de amistad de MA .
Pérola disse…
Meu lindo que postagem mais linda!!!
Um encanto e uma belezura sem fim,uau,parabénsssssssss.
Adoro vim te visitar,sua sensibilidade me atrai.
Uma linda noite e um beijo grande.
Bellísima poesia...
Alma nova,
alma minha,
Minha alma...

Abraço...
Delirius disse…
Olá Quicas!
Tu sempre presente e eu tão ausente! Coisas do trabalho! Amanhã já tudo se acalmará um pouco.
Obrigada pelo carinho.
Passando no meu histórico a correr tenho reparado que tens publicado. Logo, logo te prestarei a atenção que mereces.
Beijinho
Até logo.
valvesta disse…
Passei pra desejar uma boa semana, e agradecer a compreenção...desculpe-me por todo o mais... um abraço a familia.
Helena disse…
Tem um trechinho de uma música que adoro...
"Sempre que te vejo assim (...)
minha velha alma, cria alma nova...
quer voar pela boca,
quer sair por aí..."

Acho que essa vontade de "alma nova" todos temos, vez em quando...
Belos e bons momentos aqui, Quicas!

Grande abraço!
ღPat.ღ disse…
quicas,

Que lindo o vídeo.. ontem não tinha visto, amigo! Tirou a música e trocou pelo vídeo, foi?!
Nossa... lindo demais.
Parabéns por deixar este espaço tão bonito.
Beijo, amigo.
Vieira Calado disse…
Tivesse eu um corpo novo...

tinha uma alma nova!

Forte abraço

Mensagens populares deste blogue

coroai-me de rosas

ao nosso amor, um poema, hoje, cristal

13 de Junho de 1948 - Carolina

amor infindo

ternura