amor de mãe

Corri ao longo dos campos,
Passei através dos montes,
Bebi nas águas dos rios,
Ribeiros, lagos e fontes.

Ouvi, nas árvores altas,
Cantarem os passarinhos;
Nos ramos vi, verdejantes,
Os seus bem cuidados ninhos.

Partira à busca de amor;
Porém, mais que querer bem!
Em tudo vi o de Deus
E me lembrei do de mãe:

Ceifar alegre a vi e azafamada,
Senti, no mato, as pancadas ligeiras.
As frescas águas me falaram dela
E, às cantarinhas, louvá-la, deixei-as.


No lar singelo, de flores enfeitado,
Divino canto, ouvi, suave voz:
Um belo ó...ó... que o lindo pequenino
Feliz bebeu, para dormir após.

P'ra quê sair, buscar amor ao longe
Do aconchegado lar e correr tanto,
Se o amor tão belo, tão doce e tão puro
Do coração de mãe, me traz encanto!

Fotos: Google imagens

Comentários

quicas disse…
Na sequência do ciclo ontem iniciado, aqui deixo mais um poema dedicado à minha querida mãe, como todas as mães do mundo, decerto, um coração cheio de amor!
Beijo grande
Mãe, quem é você?
Se estou feliz,
quantas vezes te esqueço;
se estou triste,
quantas vezes te procuro.

Mãe, quem é você,
que eu critico,
de quem eu exijo coisas tão pequenas
para satisfazer a minha comodidade,
mas a quem peço a maior ajuda
nos instantes mais difíceis?

Mãe, quem é você,
para quem eu tantas vezes
esqueço o meu carinho,
e de quem exijo tanta atenção?

Mãe, quem é você, com que discuto
e para quem peço conselhos?
Mãe, quem é você,
para quem reclamo sempre,
e para quem guardo
o abraço maior e a maior ternura.

Mãe, eu sei,

Você só é... AMOR.

(Maria Helena Gouveia).

Fim de semana de luz amigo.

beijooo.
Sonhadora disse…
Meu querido amigo
Passe o tempo que passar a nossa mãe é eterna...vive sempre na nossa lembrança, enquanto cá andarmos.
maravilhoso seu poema.

beijinhos
sonhadora
Pérola disse…
Boa tarde meu amigo.
Vim dar uma passadinha e dizer q estou com saudades.
Amei a sua postagem,mãe é tuuudo de bom.
Graças a minha eu estou aqui,eu a amo de paixão.
Muito obrigado pela sua visita no meu blog meu querido.
Parabéns pela postagem viu!!!
Um beijo grannnnnnnnnde.
Malu disse…
Que homenagem mais bela...
As rosas amarelas roubei para dá-las a minha mamãe que tanto as merece.
Beijinhos ati e àquela que te trouxe à LUZ da VIDA.
rosa-branca disse…
Olá amigo, lindo poema e video dedicado ás mães. Felizes os que as tiveram. Obrigado pela visita. Bom domingo. Beijo meu
lostefound disse…
este é, de longe, o meu favorito :)

Beijo meu pai poeta de alma, vida e coração ;)

Mensagens populares deste blogue

coroai-me de rosas

ao nosso amor, um poema, hoje, cristal

13 de Junho de 1948 - Carolina

amor infindo

ternura