incandescências





Eis o que eu aprendi
nesses vales
onde se afundam os poentes:
afinal, tudo são luzes
e a gente se acende é nos outros.

A vida é um fogo,
nós somos suas breves incandescências.


in "Um rio chamado tempo, uma casa chamada terra", de Mia Couto







Foto: Google Imagens
__

Comentários

Belíssima citação desse livro de Mia Couto, que é uma pequena jóia!
Um abraço e bom fim-de-semana.
Sou louca por esse livro, ainda o acho, mas diga-me será que nos acendemos mesmo nos outros, a pessoas que nos apagam, outras deixam o fogo morrer sem nem dele notar, alguns até o abafam...
Procura luz, destas que aquecem a alma, iluminam o espirito e nos faz imaginar ser estrela, de um sonho, de um amor cintilante.
beijos no coração. adoro suas visitas, bjos na ju, a princesa e noutros do teu reino.
direitinho disse…
Mia Couto e os seus poemas de pensamentos
Ricardo Calmon disse…
Uma chama na eternidade literária,obra essa de Mia,amado e caríssimo irmão meu,amei,assim como Alfa seguires.Mate curiosidade minha,porquoi Lulu?
Meus mais contundentes protestos,quanto a troca de foto,de perfil teu,aquela do boné,em dualidade rsrsrs,única é,alvo e inspiração minha,para cotucar com vara curta a PÉROLA,RSRSRS,que fã é de ambos bonés aussi cabeças,rsrsrs!
Te abraço ,amado e fraterno amigão!

viva la vida
Maria disse…
O (já) eterno Mia Couto. Um dos meus escritores preferidos...
Obrigada, quicas.

Bom domingo.
Beijo.
quicas disse…
Ricardo, amigo, aquela foto foi mesmo "só para chamar o Verão"... e não é que resultou?!...

"Lulu! ...
Oui..c'est moi..." - lembra? está lá, bem no cimo, à direita, no "Alpha"...

Aquele abraço!

E obrigado, também, a todos os amigos que me visitam (comentem, ou não!...)

Joaquim do Carmo
Pérola disse…
Claro q ñ,continua do mesmo jeito.
Eu me ausentei por conta do trabalho amado nada mais do q isso rs.
O poema ñ condiz com a minha realidade total,mas ñ podemos negar q em alguns momentos inventamos fantasias para poder sobreviver rs.
Vc tá é lindo no perfil,vc podiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii.
Beijokas
Sonhadora disse…
Meu querido amigo
Mia Couto...adoro a sua escrita, uma bela escolha.

Beijinhos
Sonhadora
Seu espaço me encanta, adorei seu post amigo.

Pelos caminhos da vida. disse...

ESTOU NA FINAL DA COPA BLOG
A VOTAÇÃO JÁ COMEÇOU HOJE E VAI ATÉ O DIA 30/05

É ATRÁVES DE COMENTÁRIOS TAMBÉM, NÃO
DEIXEM DE COLOCAREM SEUS E-MAILS, CASO
CONTRÁRIO O VOTO SERÁ ANULADO.

NO MEU POST ATUAL VC ENTRA POR LÁ DIRETO É SPO CLICAR ONDE ESTA ESCRITO;

clique aqui e Vote anamgs.blogspot-Ana

CONTO COM SEU VOTO, OBRIGADO.

BOM DOMINGO.

BEIJOOO.
Laura disse…
Realmente!
Eu me acendo no carinho e amor dos filhos, amigos.

Tem razão o Mia Couto nestas singelas palavras...Só ardemos na esperança da companhia amiga que todos os irmãos de boa luz...nos passam..Aquele abraço d alaura
ღPat.ღ disse…
Tu sempre especial meu querido Quicas, com palavras certas nos momentos certos... sabes muito bem, conheces muito bem...
Adoro imenso tua percepção das coisas e da vida. Admiro-te grande quicas!!

Protesto a volta da foto de boné tão fofinho... ;)
Beijo com carinho, respeito e amizade,
Amiga Pat.
Triste Flor disse…
Querido poeta, que lindo o sentido, o blog está perfeito, muito lindo, obrigada por partilhar tão imensas palavras...

bjus com admiração e respeito.
Imagem e Poesia disse…
Amo esse filme e os meus filhos também, até hoje! Temos o DVD em casa e vez por outra o assistimos.
O amor vence qualquer barreira e vale a pena lutar por ele.
Beijinhos e obrigada por permitir que "roubemos" uma de suas obras, para enfeitarmos nosso cantinho.
Ceiça
Andri Alba disse…
Ciertamente, nuestra casa es la tierra y como energía que somos, deberíamos cuidarla, pero bueno, a veces no todos entendemos el cuidado que se le debe dar a una casa tan bella como la de todos, la Tierra.

Besos!!!!
ღPat.ღ disse…
quicas meu querido, publiquei teu comentário no imperfeita e acredito que o google engoliu! Estou avisando para não pensar que eu não aceitei.
Deixo beijos com carinho e respeito,
Pat.
Fernanda disse…
Olá amigo!

Que belas lembranças me trouxeram este post que prima pela originalidade.
Só mesmo Mia Couto podia ter escrito algo tão lindo.
I also believe in love!

Beijinhos

Jorge disse…
Olá, Quicas,
É de uma beleza infinita a força desse sol poente que contrasta e se interliga com as palavras singelas e expressivas de Mia Couto.
Uma boa semana para si.
Um abraço,
Jorge
Malu disse…
Eu também acredito em você e nestas coisas lindas que nos deixa aqui.

Tudo perfeitinho - música, Mia Couto e a imagem que escolhestes.

Beijinhos
Cris disse…
Pura ternura!
Ternura na fotografia, na escolha da frase de Mia Couto e no vídeo do Rei Leão....

Acho que os três transmitem a importância de lembrarmos que sozinhos não podemos ir muito longe! O outro é minha garantia de esperança.

beijos
Graça Pereira disse…
Quicas, meu Amigo
Saio daqui feliz...este é um post...quase moçambicano... a começar por Mia Couto - ele que reinventa novas palavras - esse pôr do sol maravilhoso, a música, as palavras...cheias de incandescências!!
Kanimambo!
Beijo
Graça
Fatima disse…
Quicas querido

..."e a gente se acende é nos outros".
Você é luz.
Bj
Fátima Guerra
(veja o que está no meu blog, e diga se não tenho razão)
Fatima disse…
Querido Quicas
Voltei para lhe agradecer, embora eu não precise de motivos para vir aqui, além do prazer de colher as estrelas que nascem da sua sensibilidade, brilhos que vc nos empresta, e que eu penduro no céu do meu caminho.
Beijo, carinho e admiração,
Fátima Guerra
Imagem e Poesia disse…
Já roubei o primeiro poema deste teu cantinho!
Beijos
Ceiça
Pérola disse…
Boa noite meu querido.
Vim lhe dizer q ñ existe coisa melhor do q ter pessoas q nos iluminam vc é uma delas amado.
Parabéns pela postagem e muito obrigado pelo seu carinho.
Beijokas mil.
A bela e especial poética do Mia.

Bom gosto o teu.
Estarei ausente para visitas nesse fim de semana, estou com muitas encomendas pra entregar na primeira semana de junho, não estou tendo tempo, estou postando e qdo dá faça algumas visitas, logo tudo se normaliza, não se esqueça de mim.

beijooo.

COntineum votando!
[ rod ] ® disse…
Unidos até o morrer faz sentido! Um grande abs amigo.
Incandescentemente lindo...

Obrigada...

Abraço

Mensagens populares deste blogue

coroai-me de rosas

ao nosso amor, um poema, hoje, cristal

13 de Junho de 1948 - Carolina

Montanha

À melhor professora do mundo