Ai, flores!



De seda vestidas,
Suaves encantos,
De amantes,
Feiticeiras!

Ai, pétalas…

As cores
Os cheiros
O toque…

Ai, beleza! Ai, vida!

Inebriantes,
Terna melodia
De amor, doce paixão…

Ai… flores, voltem… ao poema!

Joaquim do Carmo
in "Amanhecer pelo fim da tarde"

Foto “Darker view”, da Ju

Comentários